MAUS TRATOS AOS ANIMAIS


MAUS TRATOS AOS ANIMAIS-qualquer cidadão pode fazer a denuncia: CRMV- Unidade Regional do Sul de Minas Gerais. Delegado Dr. Marden. 35/ 3221-5673. Horário: 8 ao meio dia, 13 até 17 h. E-mail: crmvmg.suldeminas@crmvmg.gov.br

2013 - ANTOLOGIA DO SITE GALINHA PULANDO



A poesia INEXPLICÁVEL QUE TE AMO e a crônica EXPLICANDO O INEXPLICÁVEL foram classificadas para a Antologia do site Galinha Pulando - Prêmio Valdeck Almeida de Jesus/ Bahia - 2013




POESIA


INEXPLICÁVEL QUE TE AMO






Como explicar?

Estava ali,

Teu cheiro, teu jeito,

Inspirando noites imensuráveis

Em que meu corpo asfixiava o seu.

Era um mundinho a parte,

Poesia misturada a sexo,

Formas e sons desconexos,

Epilogando uma história de amor.

Eu era feliz,

Os brados dos ignorantes

Ruminavam altivos lá fora

E mesmo o contorno da aurora

Me cegava os olhos,confusos.

Dou vida, pra te ter,

Dou ar,pra te viver

Teu ser me basta, e como!

Por alguns momentos sou feliz

E o mundo corre lá fora...



Inexplicável que te amo...





MP/Me Morte








CRÔNICA




EXPLICANDO O INEXPLICÁVEL






Há tempos o amor tem inspirado poetas e escritores. Como uma palavra de significado tão simples pode se mostrar tão complexa? Pode-se chegar do amor ao ódio em minutos, segundos talvez...
Existe uma infinidade de “amores”, todos entrelaçados, como destinos que se cruzam.
O amor entre um homem e uma mulher. Ah! As paixões breves! Amor que arrepia! Que dá batedeira! Calafrios! Amor que faz chorar, querer morrer, amor sofrido! Amor de renúncias, escravidão, entrega, possessividade, ciúmes, mágoas, incertezas, decepções, ódio... Como se procura esse maldito modo de se morrer aos poucos! No início se sente renascer em atitudes infantis, atos adolescentes. No meio um turbilhão. No fim saudade, ódio, às vezes solidão. Cada um ama de um jeito! Cada um termina de outro... Nunca se sabe!
O amor ao próximo, como o de Santo Agostinho. Amor de entrega desinteressada. Amor de renúncias pessoais, de compaixão, de solidariedade, de comprometimento com a justiça. Amor de irmãos, companheiros em infortúnio, caridade! Amor a Deus! Amor ao próximo como a si mesmo!
Amor ao país, a sua cultura, seu lugar de origem. Esse amor causa muita dor quando se está distante. O amor que define “saudade”. Amor dos campos de batalha, que nos faz egoístas, frios e sanguinários. Que nos empurra às atrocidades. Amor dos homens de antigamente, que não aparece mais nos corações dos brasileiros. Graças a Deus! Chega de morrer por amor!
São tantos os tipos de “amor” que muitas vezes confundimos, usamos, mentimos, matamos... Tudo em nome dele. Hipocrisia! Mal sabemos, que amor de verdade não mata, gera! Não fere, afaga! Jamais se define... Apenas se sente! Ama-se apenas...




MP/Me Morte

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência.

EPTV SUL DE MINAS